"Sal da Terra e Luz do Mundo”, Mt 5,13-14

Catedral São João Batista

Em 1891 Barreiras foi emancipada e desligada de Angical como município. A paróquia ficou lá até 1934, mas o pároco Pe. Luiz Manoel Vieira, já em 1919, mudou-se para Barreiras. Este padre português conseguiu grandes méritos para a vida religiosa da região. Foi um dos fundadores do colégio padre Vieira em Barreiras. Já naquele tempo imaginava que Barreiras seria um lugar importante, por isso deu um novo impulso à construção da nova Igreja dedicada à devoção a São João Batista. A Igreja anterior é a capela de Santa Terezinha. No fim de 1919 o Bispo de Barra Dom Augusto benzeu a pedra fundamental da nova igreja.

Em 21 de maio de 1921 retomaram a construção, mas aos alicerces originais eram maiores do que a construção atual. Em 24 de junho de 1925 foi consagrada e desde 1979, com a criação da Diocese de Barreiras, a Igreja de São João Batista passou a ser Catedral . Para aquela época a igreja tinha um tamanho impressionante, mas hoje se tornou uma pequena igreja, devido à quantidade de fiéis que a frequentam, mas mesmo assim, continua o centro religioso da cidade.

Voltar