"Sal da Terra e Luz do Mundo”, Mt 5,13-14

Acompanhe o dia-a-dia de Dom Josafá na Assembleia geral da CNBB

Acompanhe o relato apresentado pelo Bispo Diocesano de Barreiras, direto de Aparecida, onde está acontecendo a Assembleia Geral da CNBB.

Pauta do 3º dia da Assembleia Geral da CNBB direto de Aparecida (SP)

Pastoral Vocacional, Formação dos Presbíteros, Liturgia, Intercâmbio Missionário entre as dioceses, novas publicações, proposta de novo estatuto e reuniões dos regionais.

13 de abril de 2018 foi o 3º dia da 56ª AG da CNBB. Como de costume, os trabalhos se iniciaram com a celebração da Missa no Santuário Nacional, presidida por Dom Luiz Vieira, Presidente da Comissão dos Bispos Eméritos, que lembrou os 160 bispos eméritos presentes em todo o Brasil.

Depois da Eucaristia, no Subsolo do Santuário, aconteceu mais uma reunião Reservada, que contou com a intervenção do Senhor, Núncio Apostólico sobre a Formação dos Presbíteros, tema central da assembleia; seguida de algumas considerações de alguns bispos.

Terminada a Reservada os bispos se transferiram para o Centro de Eventos Padre Vitor Coelho, onde os trabalhos continuaram com a seguinte sucessão de argumentos:

1) Experiência de Pastoral Vocacional iniciada no Regional Sul 2 e hoje compartilhada por outros regionais da CNBB: “Cada comunidade, uma vocação”;

2) Comissão de Liturgia com apresentação de Dom Armando do tema: “Liturgia e Evangelização”;

3) Comissão de Animação Missionária: os dados sobre a Pesquisa “Igrejas Irmãs”, apresentados por Dom Esmeraldo;

4) A coordenação da Assembleia entregou o Subsídio Doutrinal n. 10 – Fé Cristã e Laicidade; Bíblia Sagrada – Tradução Católica Oficial para o Brasil – Bíblia de Estudos com introduções e notas, Edições CNBB, Tradução dos Documentos do Concilio Vaticano II, em promoção por 50 reais.

A manhã foi concluída com a oração mariana “Rainha do Céu”

A sessão da tarde começou com a reforma dos Estatutos da CNBB, apresentado pela Comissão Episcopal para Reforma do Estatuto, presidida pelo Cardeal, Dom Raimundo Damasceno. Dom Damasceno começou apresentando a história da redação e o percurso de consultas que o esboço do estatuto percorreu até chegar à 56ª AG da CNBB.

Depois foi dada a palavra a Dom Geraldo Lyrio que apresentou o conjunto do texto, dizendo que o acréscimo mais vistoso foi a ampliação da composição da Presidência: dois vices-presidentes e dois secretários.

A sessão da tarde teve ainda dois momentos até a sua conclusão: trabalho de grupos para refletir sobre a proposta de nova versão do estatuto e depois as reuniões dos regionais. O Nordeste 3 se reuniu, seguindo uma pauta com temas da organização interna e das realidades sociais dos Estados da Bahia e Sergipe.

Depois do jantar, várias reuniões de comissões e de conselhos da CNBB.

Voltar