O Sínodo e o desejo do Papa Francisco, leia

A partir deste sábado, padre Douglas Ferreira nos propõe uma série de reflexões para ajudar a meditar sobre o Documento Final do Sínodo para a juventude. O Prefeito do Dicastério para a Comunicação, Paolo Ruffini, disse que o Documento Final do Sínodo ainda necessita ser aprofundado nas dioceses, nas paróquias e nas Conferências Episcopais.

Caros amigos e amigas da Rádio Vaticano, que alegria poder reencontrá-los novamente. Obrigado pelos e-mails, dicas e interação, e obrigado por compartilhar os programas nas redes sociais e nos sites das diversas dioceses e paróquias não somente do Brasil, mas de diversos países onde se fala a língua portuguesa.

A equipe da Rádio pediu uma nova série que ajude a meditar e aprofundar o Documento Final do Sínodo dos Jovens, realizado durante o mês de outubro, no Vaticano. Refletiremos, então, nos programas semanais, sempre aos sábados, aqui na Rádio Vaticano e no Vatican News. A novidade é que, além do texto e do áudio, teremos também a mensagem em vídeo divulgada nas plataformas do YouTube, Facebook e Twitter. Será um grande desafio, e espero poder corresponder. Obrigado à competente equipe pela confiança depositada!

Sínodo significa o mesmo olhar, ou ainda, olhar para o mesmo lugar, para o mesmo objetivo. No Pontificado do Papa Francisco, a «sinodalidade», que era também presente nos Magistérios precedentes, foi desenvolvida e motivada. No primeiro Sínodo convocado por Francisco se discutiu o tema da família: para aquela reunião o Papa gostaria de saber o que Jesus traz para as famílias de hoje. O próximo Sínodo, que para nós brasileiros e sul-americanos será importante, é o Sínodo sobre a Amazônia marcado para outubro de 2019. No final de cada encontro sinodal se oferece um Documento Final, com indicações precisas, para a ulterior reflexão do Papa. Esse documento pode ser tornar ou não uma Exortação Apostólica. Tudo dependerá de Francisco.

Alguém poderia perguntar: por que fazer uma série de programas sobre o Documento Final? Não seria melhor esperar a Exortação Apostólica? É uma opção! Contudo, o Papa, no pronunciamento final, disse: «O documento aprovado hoje dará frutos se for meditado e acompanhado pela oração». O Prefeito do Dicastério para a Comunicação, Paolo Ruffini, disse, também, que o Documento Final do Sínodo ainda necessita ser aprofundado nas dioceses, nas paróquias e nas Conferências Episcopais.

É compreensivo, portanto, a necessidade de meditar em profundidade o documento porque o Papa observou que, seja nas discussões do Sínodo, seja no Documento Final, encontraremos indicações gerais e sabemos, contudo, que a realidade da juventude católica no mundo muda de região para região. Essas indicações, absorvidas, precisam ser elaboradas com criatividade e se tornar aplicações práticas na missão da Igreja.

Essa é a ideia dos nossos programas aqui: ajudar a meditar sobre o Documento Final do Sínodo para a juventude para que possa se frutificar na sua diocese, na sua paróquia. É uma motivação! Vale lembrar, também, que em janeiro teremos a JMJ no Panamá, e meditar sobre o Documento Final poderá ajudar na preparação para aquele encontro fantástico.

Espero encontrá-los sempre aqui conosco! Aos sábados espero você e, depois, conto também com as sugestões e comentários sempre pontuais. Um abraço e Deus te abençoe!

Pascom Diocese de Barreias / Informações Vaticano News

Voltar