MARIA, MÃE DOS DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS DE JESUS CRISTO

Dom Josafá Menezes tem assento na Academia Barreirense de Letras

Discurso de Dom Josafá M. da Silva

Academia Barreirense de Letras

Barreiras – 27 de abril de 2016

 

 

Saúdo a mesa diretora da Academia Barreirense de Letras

Saúdo também os outros membros desta instituição cultural tão importante para Barreiras e região!

 

Fiquei muito lisonjeado de ter sido convidado para fazer parte da Academia Barreirense de Letras.

Agradeço a confiança e a deferência de todos os membros que avalizaram o nome e o escolheram para fazer parte deste colegiado cultural. Quero dizer a todos muito obrigado!

Fundada em 20 de maio de 2005, a Academia Barreirense de Letras é o espaço para cultivar as letras e divulgar a grandeza cultural desta cidade de Barreiras e da região que a circunda.

Desde a sua origem em Platão, a Academia quer dizer, entre outras coisas, teatro de discussões calorosas entre os mais sábios mestres, espaço de reflexão filosófica, teológica, pesquisa cientifica, belas artes, musculação, ginástica, dança, poesia, música, culinária, artesanato e outras manifestações do espírito humano. De alguma forma, muitos desses elementos estão contemplados nesta Academia de Barreiras, como pude presenciar na apresentação de cada membro e no programa que precedeu esta minha fala.

A Academia Barreirense de Letras é, então, uma organização a serviço da cultura do povo de Barreiras.

Aceitei o convite para fazer parte desta organização, entendendo que a sociedade de Barreiras através desta instituição cultural, reconhece que o ministério que exerço nesta cidade e em toda a região – a Proclamação da Palavra – meu lema episcopal, aprofundando a história religiosa de Barreiras, nas pregações, nos gestos e nos livros que tenho escrito e organizado, está contribuindo para fortalecer a identidade e difundir as riquezas culturais do povo de Barreiras.

Um povo que sabe quem é, que se orgulha das manifestações de seu espírito, é um povo forte e digno.

Recebo essa homenagem como reconhecimento do valor cultural do Manual do Peregrino ao Cantinho do Senhor dos Aflitos, organizado por mim, com a participação de Ignez Pitta, membro desta Academia, em 2013; do Livro “Dom Ricardo Weberberger, OSB., sua trajetória na Diocese Barreiras”, publicado em 2014; Marcas do Ano da Fé – Olhar do Pastor no mesmo ano e “Padre Vieira: Missionário, Construtor e Educador em Barreiras” em 2015.

Para 2016, publicaremos o livro a DIOCESE DE BARREIRAS E SUAS PARÓQUIAS:

HISTÓRIA, EVANGELIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO.

Lembro ainda a obra que estamos inaugurando no dia 21 de maio, às 8h30, o Memorial Dom Ricardo, na Vila Dulce. Com ajuda do governo da Áustria, do Mosteiro de Kremsmunster e do povo de Barreiras construímos um conjunto arquitetônico com várias funções pastorais, culturais e serviço social ao povo de Barreiras e região.

Uma das razões do conhecimento escrito e das aquisições intelectuais da academia é produzir cultura para que os cidadãos que estão à margem de uma certa cultura consigam valorizar a própria cultura. Os que têm o privilégio de deter melhores conhecimentos no campo da cultura são chamados a se comprometer com o mundo dos cidadãos que vivem uma certa pobreza cultural.

Se esse é o programa de um acadêmico, muito mais se aquele que produz cultura é um ministro do evangelho.

“A Boa Nova de Cristo restaura constantemente a vida e a cultura do homem decaído, combate e remove os erros e os males decorrentes da sempre ameaçadora sedução do pecado. Purifica e eleva incessantemente os costumes dos povos. Com as riquezas do alto ela fecunda, como que por dentro, as qualidades do espírito e os dotes de cada povo e de cada idade; fortifica-os, aperfeiçoa-os e restaura-os em Cristo.” (Catecismo da Igreja Católica)

Pertencer a academia de Barreiras é entrar no coração desta cidade e isso me deixa muito alegre.

Espero que a minha presença possa agregar valores e aproveito também essa ocasião para dizer que comprometo com as necessidades e com os projetos para que esta Academia possa cumprir a sua missão de animadora do conhecimento e dos valores culturais do povo de Barreiras.

Muito obrigado!

Deus nos abençoe!

 

Dom Josafá M. da Silva

Bispo da Diocese de Barreiras!

 

Voltar